• Comer tomate reduz o risco de derrame

Comer tomate reduz o risco de derrame

De acordo com o estudo publicado na revista Neurology, pessoas que comem mais tomates têm riscos menores de ter um AVC (Acidente Vascular Cerebral) por coágulos sanguíneos. Estes vegetais estão associados com maiores níveis de licopeno, um poderoso antioxidante que age no sangue de seus consumidores.

Os pesquisadores da Universidade da Finlândia Oriental, na Finlândia, quantificaram o nível de licopeno no sangue de mais de mil homens entre 46 e 65 anos, e monitorou a saúde dos participantes durante 12 anos. Os resultados mostraram que as pessoas com níveis elevados de licopeno tiveram 60% menos probabilidade de sofrer um derrame do que aqueles com níveis mais baixos.

Para Jouni Karppi, um dos autores da pesquisa, nesse estudo foi possível somar todas as evidências de que uma dieta rica em frutas e vegetais previne doenças cardiovasculares. O pesquisador acrescenta ainda que os resultados confirmam a recomendação de consumir mais de cinco porções de frutas e vegetais por dia. Tudo porque o licopeno, presente principalmente no tomate e na melancia, também está associado a um menor risco de câncer de pulmão e câncer de próstata e um atraso no envelhecimento celular.